São simples sopros que libertam pequenas palavras que me habitam

01
Mar 09

imagem retirada da net

 

- Eis o elixir da fortuna!
Grita quem turva a realidade.
- Uma máscara que tudo esconde
Entre disfarces, corsos e foliões,
Dançam ausências
E risos aldrabões.
Em verdades suspensas,
Pinta-se a felicidade
Prisioneira de terceiros,
Em ritmos de ilusões.
De anjo dissimulada
Corre uma criança,
Diz a todos que fujam
Dessa máscara de falsidade.
Carrega sorrisos de tristezas,
Revela certezas em receios
Inunda a vida com fraquezas.
Rodeia multidões
Isolando sentimentos vazios
Por cada máscara, um futuro
Várias solidões.
 
escrito para Fábrica de histórias
autora: eu

 

 

soprado por soprosdemar às 23:02
sinto-me:
música: older chests - Damien Rice

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

29
30
31


PREMIOS
sopros passados
mais sobre mim
pesquisar sopros
 
links
sopros passados