São simples sopros que libertam pequenas palavras que me habitam

29
Dez 09

DE recadinhos

 

De vida inconstante

Sofrida e abençoada,

Liberta-se a vontade

De beber no teu corpo

Em trilhos esquecidos

Por gotas de luz.

Entre leves chamas

Percorro a alma

Escura e inoportuna

De quem não ama

E luta com paredes

Numa vontade que perdura!

 

autora: EU

 

soprado por soprosdemar às 13:12
sinto-me:
música: i always love you

comentários:
bonito.
ide!as a 5 de Janeiro de 2010 às 20:22

Poema profundo
lusOObtuso a 4 de Junho de 2010 às 14:26

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
30
31


PREMIOS
mais sobre mim
pesquisar sopros
 
links
sopros passados