São simples sopros que libertam pequenas palavras que me habitam

04
Fev 08


 

Diariamente, meu coração perde-se um pouco mais neste mundo. Liberta espaço para amar, sentir e viver mais. Recorda todos os beijos recebidos e vive em ânsia por todos os que ainda não sentiu.
Em cada batimento, impulsiona sangue carregado de beijos amados, roubados e desejados. Mesmo os beijos meramente oferecidos por ocasião ou admiração, reprimem a mera gota de tristeza existente.
Existem beijos espalhados, que mascaram as intenções e permitem fantasiar...beijos que embriagam corações e mentes. Flutuamos com pés bem assentes no chão, arrepiamo-nos mesmo numa tarde de Verão...Há outros que criam apenas ilusões, mesmo dados com boa intenção e outros, repletos de traição!


 

 

 

 

autira: euzinha :)

 
soprado por soprosdemar às 18:50

comentários:
nunca li nada mais sincero...alias,escreve tudo o que sinto e não consigo dizer...um conforto!
catya a 4 de Fevereiro de 2008 às 23:57

Em cada batimento...
Já encontraste o sentir do poeta. Trabalha-o, exprime-te mais e mais e voará teu coração, tu alma, teu tudo! Assim viverás liberta e contigo partilharemos teu sentir!
Aparece sempre!!
Jaime A. a 6 de Fevereiro de 2008 às 23:43

Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29


PREMIOS
sopros passados
mais sobre mim
pesquisar sopros
 
links
sopros passados