São simples sopros que libertam pequenas palavras que me habitam

29
Out 08

imagem retirada da net

 

 

Perdi-me!
Esqueço onde pousei a minha identidade.
Abraço o mundo no canto da vida,
Desperdiço horas e dias
Cobiçando ser desconhecida.
Caminho para ti e
No interior de uma bola de sabão,
Quebro o espelho do tempo,
Varro qualquer emoção.
Contemplam-me e com rimas
Sinto que ceifei o luar.
Adeja não sei para que local
A bola de sabão sempre a flutuar.
Questionam um final
Que a todos espanta-se.
Passo por mim e choro
A resposta afasta-se!

 

autora: eu!

soprado por soprosdemar às 16:32
sinto-me: nem sei
música: paper boats e angel

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
30
31


PREMIOS
sopros passados
mais sobre mim
pesquisar sopros
 
links
sopros passados