São simples sopros que libertam pequenas palavras que me habitam

06
Fev 08
Há acontecimentos que nos roubam a vida, mesmo sem morrermos fisicamente. Ocorrem palavras vazias que atraiçoam os sentimentos, desconfianças retrocidas e incertezas presentes.As pedras que sustentam meus passos, desabaram e com elas cai numa espiral indefenida.
Desde a mais pura amizade até a um amor arrebatador, o respeito deverá reinar e para isso torna-se necessário uma viagem pelo nosso coração... descobrir o que auspiciamos e o quanto pretendemos. Nem que seja para escolher uma flor, marcar um almoço, oferecer o nosso tempo.

 

 

 

autora: eu mesma

 

soprado por soprosdemar às 17:08

Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29


PREMIOS
mais sobre mim
pesquisar sopros
 
links
sopros passados