São simples sopros que libertam pequenas palavras que me habitam

09
Fev 09

 

retirada da net
 
Não sou quem sou
Não sou um herói
Nem um sonhador.
Não sou eu,
Não sou um soldado
Nem um pescador.
Não sou de alguém
Não sou Cristo
Nem um salvador.
Não sou real
Não sou vazio
Nem um impostor.
Não sou um caminho
Não sou aventureiro
Nem triunfador.
Não sou útil
Não sou constante
Nem um ditador.
Não sou uma estrela
Não sou transparente
Nem de cor.
Não sou ausente,
Não sou presente
Nem pastor.
Não sou tu
Não sou uma semente
Nem agricultor.
Não sou noite
Não sou melodia
Nem compositor.
Não sou quem queres
Não sou quem quero ser
Nem serei o que sou.
autora: eu
soprado por soprosdemar às 19:57
sinto-me: sem saber
música: To where tou are - Josh Groban

comentários:
Posso por nos favoritos?? posso, posso, posso??
Carolina a 9 de Fevereiro de 2009 às 22:07

lol... sim podes - desculpa tratar por tu!!
Obrigada pela força que deste c esse simples pedido a alguem sem jeito para a escrita :)
soprosdemar a 9 de Fevereiro de 2009 às 22:56

Nada de modéstias, então?? Sem jeito para a escrita..? Quem me dera escrever como tu :$
Carolina a 10 de Fevereiro de 2009 às 17:50

És tu!
És linda!
Por vezes irritante,
Muitas vezes adorável!
Anónimo a 18 de Fevereiro de 2009 às 15:49

Belo.
Inês Antunes a 19 de Fevereiro de 2009 às 09:50

Dúvidas a mais? Julgo que sim. Bom fds..... fica bem.
ide!as a 27 de Fevereiro de 2009 às 20:53

Adorei o teu poema. Muitos parabéns ja agora posso adicioná-lo aos favoritos
Angi a 22 de Março de 2009 às 17:46

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28


PREMIOS
sopros passados
mais sobre mim
pesquisar sopros
 
links
sopros passados