São simples sopros que libertam pequenas palavras que me habitam

08
Dez 08

Descalça, rejuvenesço a cada passo que marca o meu percurso… esqueço as cicatrizes que me embelezam e lembro os sorrisos ofertados. Escolhido o caminho tortuoso, ascendo lentamente à casa do teu calor e ao pátio das saudades.

Fotografia da minha autoria
No vermelho do telhado, procuro a profecia celestina e pela árvore dos segredos perscruto no azul que estoqueia e aquece a neve que me habita. Aguardo… aguardo.
fotografia da minha autoria
O tempo prossegue e desassossega a minha mente - as convicções estremecem e os assombros tentam abrir a caixa de Pandora. Levanto o véu branco e dele esvoaçam coloridas borboletas que transportam os meus sonhos a quem os espera. A esperança assola-me: desilusões, fracassos e receios transmutam em estalactites fragilmente presas, por um fio de luz, de tenacidade.
fotografia da minha autoria - estalactite
Envolta por uma esfera de diamante, protejo-me da insensatez e lanço nas ondas do mar mundano, pirilampos de luz violácea.
 
autora: texto e fotos (redimensionadas) de euzinha ;)
soprado por soprosdemar às 22:23
sinto-me: serena
música: Dreams are more precious - Enya

Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


PREMIOS
sopros recentes
sopros passados
mais sobre mim
pesquisar sopros
 
links
sopros passados