São simples sopros que libertam pequenas palavras que me habitam

24
Jul 08

Em cada segundo, soltamos um sopro de amor ou ódio, alegria ou tristeza, carinho ou agressão, lealdade ou traição. Mais importante que o conteúdo, é a sua constante libertação que revitaliza todo o nosso ser. A sua ausência corrói a nossa luz e ofusca a vibração energética da essência que nos reveste.

Mesmo sem habilidade, tudo a que nos dedicamos e transferimos amor, cresce e refresca quem nos rodeia. Durante alguns meses, estive hibernada do blog mas nunca reformada da escrita. Uma alteração de servidor, revelou um destaque no site do Sapo e a estrondosa visita de 405 pessoas até este instante.  Mais uma evidência para não recearmos as mudanças.

 

 

A todos os que me leram e aos que ainda o farão, MUITO OBRIGADA!!!

 

 

Autora: eu mesma

soprado por soprosdemar às 15:07
música: Angel, Sarah Mclachlan

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
25
26

28
29
31


sopros passados
mais sobre mim
pesquisar sopros
 
links
subscrever feeds
sopros passados